Lesão do tendão do bíceps do braço

 
Patologia
O tendão do bíceps passa pelo sulco intertubercular, penetra na articulação gleno-umeral, inserindo-se no tubérculo supraglenóideo. Neste trajeto o tendão pode apresentar várias patologias, sendo uma causa importante de dor no ombro.
 
Nas fotos ao lado o tendão do bíceps está degenerado, apresentando ruptura parcial. Veja e compare as diferenças das imagens com as fotos acima em que o bíceps é normal.
 

Tratamento

Existem dois tratamentos para as lesões degenerativas do tendão do bíceps. Em pessoas idosas e sedentárias, a simples Tenotomia do tendão em sua inserção junto a glenóide é o suficiente. A Tenotomia consiste em cortar o tendão com cautério artroscópico.
 
Veja o coto medial, junto à glenóide, mostrando a região em que estava inserido o tendão e na foto mais a direita o tendão está solto. No entanto, em indivíduos mais jovens ou idosos ativos, a alternativa é a Tenodese do bíceps (o tendão seccionado é costurado no sulco intertubercular do úmero).